Abril <<   >>
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30
   

 
 
Velhas Virgens e Crônicas      -
  Uma banda, dois times – A racha das Velhas Virgens

A banda é uma só, todos são irmãos, mas os times dentro dela são dois. Não se trata exatamente de futebol, mas não deixa de ser uma competição. A racha também não é uma alusão sacana ao órgão sexual de velhinhas incautas, apenas refere-se a essa divisão dentro da banda.

Houve um tempo – ninguém quis dizer ao certo quando – que as Velhas Virgens iniciaram uma série de “jogos”. Para resumir, a competição consistia em ver quem agarrava mais mulher pela noite. Mas um jogo desses não teria graça se fosse individual.

Os participantes resolveram então criar dois times: o dos “músicos” e o da “técnica”. A equipe dos músicos era formada por Caio, Cavalo, Paulão e Tuca. Peraí? Falta alguém. Ah, o Lips...

Como o Lips não podia jogar na época da divisão do trabalho por equipes, ele resolveu doar seus valiosos conselhos à equipe da técnica, formada por Tatá, Marquinhos, Zé e Daniel, entre outros. “Virei o técnico da técnica”, tenta explicar.

“Veja bem, disseram que o Lips não podia jogar. É mentira! Ele não queria jogar. São duas coisas totalmente diferentes e é bom que isso fique claro. O Lips transformou-se num homem sério, sem sacanagem”, protesta Paulão em defesa do companheiro.

Ainda segundo Paulão, “essa banda é o único lugar em que todo mundo quer ser carregador de piano”.

Caio garante existirem registros por escrito dos placares dessas noitadas, mas não os revela nem sob tortura. Conta apenas que certa vez, três componentes da equipe de músicos conseguiram ficar com a mesma moça utilizando a mesma cantada. Qual será o segredo desse xaveco?

“Virei pra menina e disse: ‘Faz muito tempo que eu tô a fim de te beijar’. Ela vira e responde: ‘Estranho, já me disseram isso hoje’”. Nada muito sofisticado, mas colou nas três tentativas, garante o guitarrista.

“Ela era namorada de um amigo nosso”, revela Paulão. Gritos de protesto tomam conta do bar. “Ela era ex de um amigo nosso”, explica Caio. “Ainda é ex”, enfatiza Cavalo sem dar nome aos bois para não comprometer ninguém.

“O lance é que todo mundo era a fim dessa mulher e ela estava lá, soltinha no meio de um show nosso. O Caio não explicou direito a história. Acho que eu fui o último a chegar”, comenta Paulão sem muita certeza. “Então eu disse que sempre fui louco para lascar um beijo nela e antes não podia dar em cima porque o ex-namorado é nosso amigo, mas agora que era ex, podia”, enfeita Paulão.

“Foi então que ela protestou: ‘Pô, vocês usam todos a mesma cantada! Não é possível’”, recorda o vocalista.

“O fato é que ela beijou os três”, conclui Caio, visivelmente orgulhoso pela eficácia do xaveco furado.

Segundo Cavalo, o Lips passou para técnico da técnica porque o time dos músicos “sempre ganhava de lavada”. Além disso, “como ele estava tecnicamente contundido, fora de combate, acabou se solidarizando com o time mais fraco”.

Indignado, Lips sai em defesa de sua equipe: “Quando meu centro-avante entrava na área, era gol na certa. Quando o Patas de Tigre aparece, ele pega.”

Personagem novo na história? Nada disso. “Patas de Tigre é o apelido do Tatá, nosso roadie, depois da meia-noite”, esclarece Cavalo. “Ele fazia uma carinha de fera felina e dava um rugido sensual. Uma loucura!”

Apesar do apelido, todos acreditam que Tatá não é chegado em cuecas de oncinha cavadas na bunda. “Não podemos botar a mão no fogo, claro. Cada um é livre para fazer o que bem entender”, concilia Lips.

 
 

voltar


home | contato | mural | enquete | velhas | histórias | fotos | agenda | músicas | notícias | jukebox | vídeos | arquivos | independência | hq | contratante | imprensa | rádio velhas | login
contato para shows: Fernando Banas: banas@velhasvirgens.com.br |  Fone +55 11 2991-5084 - +55 11 99914-1975 - +55 11 7817-7735 id:55*7*69606

contato de assessoria de imprensa: Lilian Tormin: lilian.tormin@gmail.com - Fone: +55 (11) 9 5475 5338 (Tim) - +55 11 2978 8513 (fixo)


copyright © 2010 - Velhas Virgens - todos os direitos reservados - produzido por o2ew.com.br.