Julho <<   >>
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31
   

 
 
Velhas Virgens e Crônicas      -
  “Eu sou você” – Tuca encontra sua alma gêmea

Tuca passeia tranqüilamente depois de um show das Velhas Virgens em Salvador quando é abordado por um sujeito magricela que lhe diz: “Ei, cara, eu sou você.”

Sem entender nada, Tuca olha para um lado, olho pro outro e responde: “Como assim, você é eu? Eu sou eu. Você é você.”

“Não, cara, você não me entendeu. Eu sou o baixista de uma banda daqui de Salvador e a gente toca cover de vocês. Portanto, eu sou você. Entendeu agora?”

Então cai a ficha do Tuca. Uma banda de Salvador, a mais de 2.000 quilômetros de São Paulo, tocava versões de músicas das Velhas Virgens e quem estava à sua frente era o baixista que reproduzia na Bahia as linhas criadas por Tuca.

Mas a história não ficaria somente nisso. Todos os membros dessa banda que faz cover dos Velhas na Bahia combinaram de abordar seus homólogos originais para proporcionar a surpresa. O vocalista falou com o Paulão, um dos guitarristas procurou o Caio, o baterista conversou com o Lips e o outro guitarrista...

Bem, o outro guitarrista vem todo sorridente na direção do Cavalo, que já sabia o que estava rolando, e diz todo contente: “Cara, eu sou você.”

“Você é eu? Então vai tirando logo esse sorriso do rosto, pois, não sei se te falaram, mas eu sou o mau-humor em pessoa”, responde Cavalo em uma tentativa de esclarecer o bom baiano sobre seu estado de espírito.

Na mesa do bar, horas depois de voltar de uma viagem ao Sul, Tuca pede uma porção de provoalho e faz sua análise sobre o assunto.

“Meu, isso foi totalmente bizarro. O cara chegou dizendo que era eu. Você fica olhando com aquela cara estranha e pensa: cara, sai desse corpo que não te pertence.”

“Isso te surpreendeu mais do que o fato de uma banda fazer cover das Velhas em Salvador?”

“Pois é. Nós sabemos de umas bandas no Sul do país que tocam músicas nossas, mas cover nosso na Bahia realmente surpreende. Infelizmente, não conseguimos nos lembrar do nome dessa banda”, admite.

“Nós tocamos direto no Sul. Vira e mexe viajamos pra lá. Em compensação, viajamos poucas vezes para o Nordeste. A gente sempre conversa sobre esse lance entre a banda. Na minha opinião, isso acontece em grande parte por causa da internet. Nem todo mundo tem acesso, mas quem tem pode se comunicar com a gente, saber o que está acontecendo. Tem muita gente que tem computador disponível na faculdade ou no serviço. Então, de uma forma ou de outra, quem procura acaba nos descobrindo na internet. Podem entrar no site, ler as letras, ver as fotos, ouvir algumas músicas, comprar nossos CDs e outros produtos. Nosso alcance aumentou bastante depois que colocamos o site no ar. Podemos tocar em São Paulo, Curitiba, Goiânia ou Salvador, mas sempre tem gente que nunca nos viu e sabe nossas músicas de cor.”

 

 
 

voltar


home | contato | mural | enquete | velhas | histórias | fotos | agenda | músicas | notícias | jukebox | vídeos | arquivos | independência | hq | contratante | imprensa | rádio velhas | login
contato para shows: Fernando Banas: banas@velhasvirgens.com.br |  Fone +55 11 2991-5084 - +55 11 99914-1975 - +55 11 7817-7735 id:55*7*69606

contato de assessoria de imprensa: Lilian Tormin: lilian.tormin@gmail.com - Fone: +55 (11) 9 5475 5338 (Tim) - +55 11 2978 8513 (fixo)


copyright © 2010 - Velhas Virgens - todos os direitos reservados - produzido por o2ew.com.br.